Loading...
 

Diretores do Clube

 

 


Paulina Łapińska and Wanda Łopuszańska, from Gorzow Speakers Poland
Paulina Łapińska e Wanda Łopuszańska, da Gorzow Speakers, na Polônia

 

O que fazem os Diretores de Clube?

A gestão e a liderança são, geralmente, uma espécie de óleo invisível sobre o qual ninguém se questiona enquanto as coisas estão funcionando bem, mas cuja ausência faz com que tudo se torne caótico.

Administrar um clube bem-sucedido exige muito tempo, dedicação e um trabalho de equipe planejado cuidadosamente. Só assim pode-se garantir que as reuniões ocorram nos dias corretos e regularmente, tenham um propósito educativo, sejam concisas, e não uma perda de tempo, permitam que os membros cresçam e se desenvolvam, que o clube se beneficie da comunidade global Ágora etc. Tudo isso exige muito trabalho, que precisa ser dividido por um conjunto de "diretores" com diferentes responsabilidades.

Os Diretores do Clube são, ao mesmo tempo, líderes e administradores. É importante frisar que esses dois conceitos são muito diferentes. A liderança exige visão - possuir uma ideia clara sobre o que você deseja, habilidades estratégicas, capacidade de perceber o contexto geral, de dividir sua visão com os membros e de inspirá-los e desafiá-los para cumprir os objetivos. Por outro lado, administrar significa ter a capacidade de converter essa visão em um plano de ação específico e executar tal plano em um intervalo de tempo determinado.

Os Diretores do Clube são responsáveis pelo funcionamento do clube, de forma a garantir uma experiência tranquila para todos. Todos os cargos de direção são voluntários e, na verdade, são excelentes oportunidades para praticar a liderança em comunidades pequenas.

No entanto, diferentemente do mundo dos negócios e das corporações, em organizações sem fins lucrativos como a Agora Speakers os membros não podem ser pressionados para fazer alguma coisa. Tudo é voluntário, e o máximo que um diretor pode fazer é pedir de forma polida e explicar as coisas. Na verdade, liderar uma comunidade sem fins lucrativos é um desafio muito maior do que exercer liderança nos negócios, já que os diretores de clube devem colocar em prática muito mais habilidades ligadas às pessoas e à motivação do que no mundo corporativo.

Características Básicas dos Cargos de Direção

Existe um conjunto de cargos de direção que é obrigatório para todos os clubes (geralmente por razões legais), e alguns que são opcionais, mas recomendados.

Atente para o fato de que estamos falando de características dos "cargos", não de "pessoas". Uma mesma pessoa pode exercer mais do que um cargo (por exemplo, em clubes muito pequenos, a tesouraria e a secretaria podem ser geridas pela mesma pessoa).

O contrário também é verdadeiro: um cargo - exceto o de Presidente - pode ser dividido entre várias pessoas quando a carga de trabalho é alta. Para clubes grandes, pode-se nomear dois Vice-Presidentes de Educação. Nesses casos, recomenda-se uma divisão clara de responsabilidades entre as pessoas que dividem o cargo.

Além dos cargos de direção especificados, um clube pode definir cargos adicionais, como "Organizador de Eventos" (para eventos ou festas especiais), "Blogger" etc.

  • Todos os cargos de direção são voluntários. Nenhum membro pode ser obrigado a se tornar um diretor. Os clubes não podem impor restrições à participação em atividades educacionais baseadas na ocupação de algum cargo de diretoria durante certo tempo ou baseadas no cumprimento das obrigações dos diretores.
  • Cargos de direção tem uma duração limitada de 6 ou 12 meses.
  • Todos os diretores precisam ser membros ativos do clube durante todo o período de seu mandato. Por favor, atente para a palavra "ativos", que significa que os diretores ainda precisam participar das reuniões regulares do clube, como qualquer outro membro.
  • Todos os cargos de direção são pro-bono. Nenhum cargo de direção pode receber qualquer compensação do clube ou da organização que o abriga. No entanto, eles podem ter as despesas ligadas às atividades do clube reembolsadas, desde que o tipo de despesa tenha sido classificada previamente como reembolsável pela Fundação.
  • Os cargos de direção são pessoais. A pessoa que assumir o cargo não pode "terceirizar" ou "delegar" todas as suas tarefas para uma pessoa diferente (e muito menos para uma entidade externa). É importante frisar que a delegação de tarefas específicas é absolutamente aceitável.
  • Finalmente, todos os  cargos são definidos por eleições - se houver mais do que um candidato para o mesmo cargo, eleições devem ser organizadas.
     
Cada clube tem a liberdade de decidir se deseja mandatos de 6 ou 12 meses para a diretoria, e isso pode mudar ano a ano. No entanto, é importante atentar para o fato de que todos os cargos de direção devem ter mandatos de mesma duração. Um clube não pode ter mandatos de 1 ano para o Presidente e mandatos de 6 meses para o Vice-Presidente de Educação.

 

Como se Tornar um Diretor de Clube

 

Por que tornar-se um diretor?

 

Em muitas empresas, a progressão para posições de gestão exige muito tempo (às vezes anos) e dedicação. Qualquer erro cometido pode se tornar fatal para sua carreira.

Você provavelmente já sabe que os clubes Ágora são um ambiente seguro para aprender oratória, onde você tem liberdade para experimentar, cometer erros e aprender com eles, servindo como preparação para o uso profissional de tudo que o que você aprender. De forma similar, os cargos de diretoria nos clubes são um ambiente seguro para aprender habilidades de administração e liderança, dentro de um contexto onde os erros não são decisivos para sua carreira.

Cada cargo de direção ensina habilidades diferentes. Por exemplo, como Vice-Presidente de Marketing, você aprenderá sobre programas de marketing, relações públicas, relações com a mídia, campanhas de divulgação etc. Como Vice-Presidente de Educação, no entanto, você aprenderá coisas diferentes. E como Presidente, habilidades ainda mais distintas.
Por isso, quanto mais cargos no clube você assumir, melhor.

Tornar-se um diretor de clube traz muitos benefícios qualitativos:

  • Aprender novas habilidades - criar orçamentos, administrar riscos, planejar, trabalhar com marketing...
  • Ajudar seu clube a se desenvolver
  • Aumentar a auto-confiança
  • Aumentar suas chances de emprego e tornar seu currículo mais atrativo para os responsáveis por contratações
  • Participar diretamente da administração de um clube Ágora.

Existem muitas pesquisas que mostram que o voluntariado (e de forma ainda mais específica - o voluntariado em cargos de direção) tem um enorme impacto no desenvolvimento da carreira. Por exemplo, um estudo de 2016 de Deloitte revelou que o voluntariado não apenas faz uma enorme diferença para a aquisição de habilidades de liderança, como também tem um impacto direto na busca de emprego:

  • 82% dos responsáveis por contratações estão dispostos a selecionar um candidato com experiência como voluntário.
  • 85% dos responsáveis por contratações estão dispostos a relevar falhas no currículo se uma experiência com voluntariado estiver indicada nele.

 

Aqui na Deloitte, nós temos convivido com a importância do voluntariado e consideramos que ele ajuda a construir um conjunto de habilidades que são essenciais para o desenvolvimento de líderes coerentes para nossa organização.
Doug Marshall
Diretor de Cidadania Corporativa
Deloitte Services LP

Um estudo similar, realizado pela CareerBuilder, identificou que 60% dos gerentes de contratação consideraram os candidatos com experiência em voluntariado muito mais atrativos para o mercado. Um estudo da CNCS, citado na Forbes, mostrou que pessoas desempregadas que realizam trabalho voluntário têm 27% mais chances de encontrar um bom trabalho.

Os benefícios do voluntariado se estendem para muitas outras áreas - até mesmo para a esfera da saúde. Um estudo da Universidade de Gante, na Bélgica, indicou que "voluntários têm parâmetros de saúde estatisticamente melhores do que não-voluntários. Essa associação global revelou-se substancial: ela corresponde em grandeza, por exemplo, ao rejuvenescimento de cinco anos de vida".

 

Diretores de Clube Não São Profissionais

Os membros devem ter sempre em mente que não existe a expectativa de que os Diretores do Clube sejam líderes ou administradores profissionais. Assim como todos os projetos de discurso são projetos para aprendizado, e ninguém deve esperar discursos do nível do TED-Talk em um clube, todos os cargos de direção são oportunidades de aprendizado. Todos devem tentar ajudar e incentivar os diretores, ao invés de apenas buscá-los para resolver problemas ou fazer pedidos.

O que se espera dos Diretores do Clube é que eles atuem da melhor maneira possível (significado: fazer o máximo possível considerando seu tempo, conhecimento e habilidades).
Eles não têm a obrigação de fazer jus às expectativas individuais de ninguém, e muito menos de fornecer um padrão específico de serviços.

 

Elegibilidade

Qualquer membro regular e com experiência em clubes Ágora de ao menos 6 meses é elegível para os cargos de direção do clube (exceto para os clubes recém-inaugurados, quando essa exigência não se aplica). A experiência com a Ágora não precisa ser no mesmo clube no qual o membro deseja se candidatar ao cargo de direção.

Apenas membros que possam exercer o cargo por ao menos 6 meses são elegíveis para a diretoria. É claro que acontecimentos inesperados podem ocorrer mesmo com pessoas com as melhores intenções, mas ao menos o futuro imediato deve estar claro para os candidatos. Por exemplo, se um membro já está prevendo uma mudança para uma cidade diferente em dois meses, não há nenhum sentido que ele ocupe durante esse período um cargo de direção.

 

Pessoas que são membros de mais de um clube Ágora podem, caso tenham tempo e disposição para tanto, assumir até dois cargos de direção ao mesmo tempo - desde que eles sejam em clubes diferentes.

A ocupação simultânea de três ou mais cargos não é permitida, já que isso teria um impacto grande na qualidade dos serviços prestados ao clube.

 

Eleições e Mandatos

O Ano Educacional Ágora começa no dia 1º de janeiro e termina no dia 31 de dezembro. A depender decisão do clube sobre a duração dos mandatos, as datas para as eleições e de vigência dos mandatos são as seguintes:

Eleições e mandatos
Duração do Mandato Eleições Períodos dos Mandatos
Mandato de 1 ano Entre 1º de novembro e 15 de dezembro 1º de janeiro - 31 de dezembro
Mandato de 6 meses Entre 30 de novembro e 15 de dezembro 1º de janeiro - 30 de junho
  Entre 1º de junho e 15 de junho 1º de julho - 31 de dezembro

 

Lista Padrão de Cargos de Direção

Aqui está uma lista de todos os cargos padrão para a diretoria do clube:

 

Comitê Executivo do Clube

As pessoas que exercem cargos de direção no clube formam o Comitê Executivo. Como existem funções que podem ser divididas por mais de uma pessoa, o número de membros dos Comitês Executivos dos clubes pode variar.

O Comitê Executivo do Clube só existe se todos os cargos obrigatórios estiverem preenchidos, e apenas se ao menos três pessoas exercerem cargos de diretoria. Por exemplo, um clube que acabou de ser inaugurado e no qual o fundador está exercendo todas as funções não terá um Comitê Executivo. De forma similar, se um clube existir há algum tempo, mas em certo momento houver apenas o Presidente, 2 VP de Educação e 1 VP de Afiliação, ele não terá o conjunto necessário de diretores para formar um Comitê Executivo.

Clubes que não têm Comitês Executivos não podem realizar procedimentos que exigem a aprovação do Comitê Executivo (por exemplo, Processos Disciplinares)

A regra acima serve para prevenir abusos autocráticos durante o período em que o clube ainda é jovem, quando os cargos de direção ainda estão concentrados em um ou dois fundadores.

Reuniões do Comitê Executivo

O Comitê Executivo do clube deve se reunir ao menos uma vez a cada dois meses para discutir aspectos gerais do clube. Adicionalmente, qualquer diretor do clube pode convocar uma reunião do Comitê Executivo para discutir assuntos importantes. O pedido de convocação deve ser enviado para a secretaria ou para o presidente do clube, e deve incluir uma explicação detalhada dos assuntos a serem discutidos. Ao receber o pedido, a Secretaria deve marcar a reunião em alguma data entre 7 e 20 dias a partir da data do pedido.

Independente da razão para a reunião do Comitê, a secretaria deve enviar com ao menos uma semana de antecedência para todos os diretores a agenda prevista da reunião, assim como informações sobre seu local exato, data e horário. Todos os diretores do clube podem adicionar pontos na agenda, conforme o necessário.

 

 


Contributors to this page: aida.tadesco and agora .
Page last modified on Tuesday April 27, 2021 12:01:26 CEST by aida.tadesco.